fbpx

Franquia de clínica odontológica x clínica própria: vantagens e desvantagens!

A franquia de clínica odontológica tem crescido exponencialmente no Brasil, o que faz com que muitos profissionais se questionem se esse é realmente um bom modelo de negócio (e até mais vantajoso do que as clínicas próprias).

O modelo de franquia de clínica odontológica, claro, guarda algumas vantagens interessantes e tem sido o favorito de quem está ingressando no mercado.

Primeiro porque o investimento tende a ser mais baixo e depois porque a clínica terá o “lastro” de uma marca reconhecida.

Se você está em dúvida entre investir em uma franquia de clínica odontológica ou montar uma clínica própria, continue a leitura!

Clínica Própria

A clínica própria é o modelo mais comum dos dentistas empreenderem, porém, também pode ser uma das mais caras, já que você terá que começar um negócio do zero, inclusive criando e desenvolvendo a sua marca própria.

Desvantagens

A principal desvantagem é o custo elevado, o que pode exigir uma alta dose de planejamento do investidor.

De acordo com os dados do Sebrae, para abrir uma clínica de pequeno porte, é preciso de um investimento em torno dos R$65 mil. Estando incluídos nesse valor a adaptação do local e a compra de móveis e equipamentos.

Lembre-se ainda que você também terá que ter um montante referente ao capital de giro. Ainda de acordo com o Sebrae, o recomendado é separar um valor referente a 15% dos investimentos fixos.

Mas é claro que os gastos não param por aí, porque você terá que investir também em publicidade, de modo a conquistar os primeiros pacientes e fortalecer a sua marca (que é desconhecida).

Outra desvantagem óbvia é que você terá que gerir todo o negócio sozinho, o que pode ser extremamente desafiador para quem nunca administrou um negócio ou não tem esse tipo de personalidade.

Será preciso dar conta da vida financeira, da publicidade e, claro, dos atendimentos. Além de contratar e treinar a sua mão de obra.

Vantagens

Por outro lado, a principal vantagem ao abrir uma clínica própria é a personalização. Já que você será o dono do negócio e poderá deixar a clínica da forma que você desejar.

Isso significa criar a decoração do espaço, escolher as cores e o nome da marca e definir os valores e os tipos de tratamentos que você oferecerá.

Também não existirá nenhuma restrição em relação à localização e ao tamanho do imóvel, pois tudo dependerá do quanto você quer e pode investir e não das orientações da franqueadora.

Ou seja, com uma clínica própria você terá mais liberdade para definir os rumos do seu próprio negócio. Contudo, também terá de arcar com custos mais elevados e a incerteza do mercado.

Assim, as clínicas próprias são ótimas opções para quem deseja ter a sua própria marca, ser reconhecido e até expandir o negócio, criando filiais ou vendendo franquias de clínicas odontológica, por exemplo.

Franquia de clínica odontológica

franquias_de_clnicas_odontolgicas_1

As franquias odontológicas estão passando por um período importante de crescimento, tanto de expansão de aberturas de clínicas como no aumento do número de pacientes.

Desvantagens

A principal desvantagem de optar por esse modelo de negócio é a falta de liberdade. Afinal, você ficará “preso” as exigências da franqueadora e terá de seguir uma série de normas e diretrizes em relação a vários pontos, como:

  • definição do local da abertura da clínica e tamanho do imóvel;
  • decoração, cores da marca e uniforme dos funcionários;
  • valores e missão da empresa;
  • serviços prestados e escala de preços;
  • práticas de atendimento;
  • outras orientações específicas de cada franqueadora.

É comum que muitas franquias cobrem um percentual pelo lucro mensal conquistado, referente ao uso da marca e aos benefícios que você receberá por ser uma franquia. Portanto, quanto mais você crescer, mais pagará.

Assim, é importante conferir essa questão: se você apenas terá de arcar com um capital inicial para a montagem do consultório ou se também terá que fazer contribuições mensais ou ainda sobre o valor de cada serviço comercializado.

Vale também verificar se essa mensalidade é fixa ou se varia de acordo com o faturamento ou lucro.

Vantagens

A principal vantagem da franquia de clínica odontológica é a força do nome da marca, que já é conhecida no mercado e costuma atrair mais pacientes.

Assim, você economizará bastante em publicidade e não terá que se aventurar “sozinho”, pois terá a experiência de uma marca renomada dando credibilidade aos seus serviços.

Além disso, as franquias oferecem um suporte muito maior ao empreendedor, como:

  • treinamento tanto para o gestor como para os colaboradores;
  • suporte para recrutar e selecionar mão de obra;
  • publicidade feita de forma unificada para todas as franquias;
  • planejamento de marketing estruturado para os franqueados;
  • software padrão;
  • padronização do atendimento;
  • entre outros.

Outro ponto positivo é que, geralmente, você terá que desembolsar um valor menor para colocar o negócio em prática, e além disso, já terá uma ideia da média do faturamento (e em quanto tempo será possível reaver o valor investido).

Esses dados são todos passados pela franqueadora que possui uma média das outras unidades e ajudará o dentista com todo o suporte necessário para que ele consiga transformar o seu consultório em um sucesso (afinal isso também é bom para a franchising).

Todas essas vantagens são essenciais para quem está começando na área, ou seja, para o dentista que não possui um perfil de gestor ou que nunca empreendeu e pode ter dúvidas em relação ao mercado, à gestão financeira, à contratação de mão de obra e a outros pontos essenciais para que uma empresa prospere.

Além de tudo isso, a franquia ainda tem a vantagem de permitir que pessoas que não são dentistas tenham um consultório. Afinal, você só precisará ser um bom gestor e depois poderá contratar os profissionais para atender no seu consultório.

Como saber em qual modelo investir?

Apesar de cada tipo de negócio ter os seus prós e contras, não é possível definir qual é o melhor. Afinal, isso dependerá basicamente dos seus objetivos e do seu perfil de empreendedor.

Para quem tem o sonho de criar uma marca própria e já possui certo conhecimento do mercado ou teve outros empreendimentos, abrir um consultório particular pode ser uma saída mais viável.

Se a ideia é reduzir os custos, neste caso, você poderá pensar em sociedades e parcerias com franchisings.

Mas lembre-se que gerir um negócio e atender os pacientes não é uma tarefa fácil e você precisará ser polivalente e conhecer das diversas áreas da gestão.

Agora, se você está começando a empreender e não tem muito conhecimento do mercado, a franquia de clínica odontológica pode ser uma ótima escolha.

Principalmente porque você será capaz de contar com uma assessoria especializada que lhe ajudará a crescer e lucrar.

Mas, esse modelo não funciona para quem deseja ter liberdade de decisão, pois como você viu muitos pontos essenciais da gestão são definidos pela marca franqueadora e o franqueado apenas deverá acatar esses itens.

Quais as dicas para escolher uma boa franquia de clínica odontológica?

Se você está propenso a abrir uma franquia de clínica odontológica, é importante analisar muito bem as opções disponíveis no mercado antes de fazer a sua escolha.

Veja as principais dicas que separamos.

Dica #1: Entenda a sua realidade

O primeiro ponto é fazer uma análise sobre a sua realidade, pensando em:

  • quanto você tem disponível para investir;
  • em quanto tempo deseja ter retorno financeiro;
  • quais os valores que você acredita e que você deseja transparecer aos seus pacientes e colaboradores;
  • quais são seus sonhos e metas.

De posse dessas informações, será mais fácil avaliar se a franquia está dentro do seu perfil ou não.

Lembre-se que um negócio demora certo tempo para se estruturar e será difícil mudar de ideia quando a empresa já estiver funcionando, pois as franquias são mais “engessadas”.

Dica #2: Confira o selo de excelência ABF

A ABF (Associação Brasileira de Franquias) é uma ótima fonte de pesquisa.

Ela possui uma lista com todos os membros da Associação.

É bom optar por empresas parceiras porque seguem uma série de regras estipuladas por lei, tornando o negócio mais seguro.

Outro ponto bacana de analisar é o selo de excelência da ABF, destinado às melhores franquias.  Isso ajuda o investidor a reduzir o grau de incerteza.

Dica #3: Analise os cases de sucesso

Se possível, tente entrar em contato com a franqueadora e peça alguns cases de sucesso.

Isso é importante porque ajuda a atestar o modelo de negócios e mostra que é possível lucrar com essa franquia de clínica odontológica.

Lembre-se também de fazer uma pesquisa de mercado, avaliando como os pacientes recebem e se relacionam com a marca.

Observe as avaliações dos clientes nas redes sociais e Google.

Caso o número de reclamações seja alto, cuidado. Afinal, será difícil prospectar pacientes porque a marca virá com um lastro negativo.

Escolha aleatoriamente e converse com pelo menos 3 outros franqueados da rede para saber a opinião deles.

Dica #4: saiba quais são os benefícios ao franqueado

Como você viu, a principal vantagem de ser uma franquia é o suporte ao franqueado. Por isso, confira quais benefícios e apoio a marca oferece.

Outro ponto para ficar de olho é em relação à duração deste suporte. Em alguns casos, ele apenas é oferecido no período de instalação e início da clínica. O ideal é que ela esteja presente durante toda a vigência do contrato.

Verifique qual percentagem da taxa paga vai para o marketing.

E, claro, atente-se também aos custos, a forma de pagamento dos royalties e os pormenores do contrato. Dessa forma, você reduz as incertezas do investimento e aumenta as chances de sucesso.

Vantagens e desvantagens de uma franquia de clínica odontológica

Como você viu, tanto uma franquia de clínica odontológica como um consultório próprio possuem seus pontos favoráveis e desfavoráveis.

Escolher o modelo certo de negócio depende muito dos seus objetivos, da sua realidade financeira e do seu perfil de empreendedor.

Conhece alguém que está com esta dúvida? compartilhe este post com seus amigos ou deixe o seu comentário com suas dúvidas. 🙂

Comentários