Psicologia das cores na odontologia: tudo o que você precisa saber sobre o assunto! | Cloudia

Psicologia das cores na odontologia: tudo o que você precisa saber sobre o assunto!

Na hora de decorar o seu consultório ou montar sua marca, um ponto muito importante a se atentar é a psicologia das cores na odontologia. Afinal, dependendo das tonalidades escolhidas é possível transmitir determinados sentimentos aos seus pacientes, favorecendo que eles confiem em você ou sintam-se mais seguros.

Entender o que cada cor desperta nas pessoas é indispensável nesse momento, mas nem sempre essa é uma tarefa simples. Para lhe ajudar, montamos esse conteúdo completo sobre o assunto. Confira.

O que é a psicologia das cores?

A psicologia das cores é um campo de estudo que mostra como o nosso cérebro reage quando é estimulado pelas tonalidades captadas pela retina. As cores, ao serem captadas pelos nossos olhos, são transformadas em sensações pelo nosso cérebro, despertando emoções em todo o nosso corpo.

Assim, projetos arquitetônicos e de identidade visual sempre consideram o que cada cor é capaz de despertar nas pessoas, adequando as tonalidades do ambiente e da marca para os desejos que se espera criar no público-alvo.

No caso da odontologia e dos demais setores de saúde, espera-se que as cores do ambiente e da marca consigam transmitir confiança e solidez, além, é claro, de tranquilizar o paciente, criando um ambiente acolhedor, que forneça paz e que favoreça o bem-estar, a humanização e a qualidade de vida das pessoas.

Psicologia das cores na odontologia: quais as melhores tonalidades para consultórios?

Além de entender o significado de cada cor na odontologia, é importante pensar no que se deseja transmitir aos seus pacientes. Vamos supor que o seu consultório seja focado em utilizar técnicas e aparelhos ultramodernos. Portanto, é desejável que seus pacientes o vejam como um dentista inovador.

Nesse caso, é essencial usar cores que, além de favorecerem o bem-estar e a confiança, também tragam esse ar de vanguardismo. Desse modo, com as cores certas, você consegue reforçar a identidade da sua marca e diferenciar a sua clínica perante à concorrência.

Abaixo separamos o significado e a indicação das principais cores usadas na odontologia. Confira.

Azul

Essa é uma cor serena que representa o mar e o céu. Existem muitas tonalidades de azul e, em geral, todas elas trazem uma sensação de relaxamento e de segurança, reforçando as sensações de suavidade e harmonia. O azul também está associado à tranquilidade, integridade, paz, lealdade, confiança e inteligência. Mas, cuidado! O excesso de azul deixa o ambiente mais triste, frio e distante.

Branco

O branco é uma cor muito usada na área da saúde. Ele representa luz, paz, serenidade e pureza. Quando usado em ambientes, o branco oferece um efeito confortável, aconchegante, calmo e limpo. Essa cor também está ligada ao glamour, à tecnologia e a elegância. Assim como o azul, o excesso de branco é prejudicial. Isso porque, em demasia, ele retira as emoções do espaço.

Marrom

O marrom, o castanho e outros tons terrosos estão intimamente ligados à natureza. Eles nos transmitem solidez, resistência, maturidade, longevidade, conservadorismo e estabilidade. O marrom é uma cor calma, que torna os ambientes mais aconchegantes, confortáveis e simples. Porém, assim como os demais, quando está em excesso, o marrom deixa o ambiente estagnado e monótono.

Laranja

O laranja é uma cor forte, ligada à energia, vitalidade, divertimento e sucesso. Essa tonalidade está entre o vermelho e o amarelo e por isso oferece uma energia quente e animada, tornando os espaços e as marcas mais alegres e sociáveis. É uma tonalidade que favorece à comunicação, traz originalidade e espontaneidade. Mas, cuidado, porque em excesso provoca irritabilidade.

Preto

Essa é uma cor autoritária e austera, associada ao luto e também a outras emoções “pesadas” como solidão e isolamento. Em marcas, atualmente, o preto tem sido usado como fonte de sofisticação, mas sempre em pequenas doses, para não pesar e passar um ar de opressão. Quando bem dosado, o preto traz a sensação de requinte, elegância, exclusividade e dignidade.

Rosa

O rosa é muito ligado ao universo feminino e que transmite sensibilidade, delicadeza, romantismo e beleza. É uma cor que consegue acalmar e melhorar o humor, além de ser um tom mais maternal que favorece o aconchego e que está ligado à saúde, doçura e feminilidade.

Roxo

Essa é uma tonalidade que simboliza a prosperidade, o luxo, a espiritualidade, a criatividade e a imaginação. É também a cor da realeza, portanto representa poder e exclusividade. Na odontologia, tem sido muito usada na área da estética, trazendo essa sensação de conforto e cuidado, além de ajudar a significar exclusividade. É possível usar tanto o roxo intenso como o lilás, que é mais tranquilizador.

Verde

O verde é uma cor jovem e refrescante, relacionada ao otimismo, a serenidade e a calma. Além disso, também está relacionado à natureza, sendo indicada para marcas ligadas à sustentabilidade. O verde desperta sensações variadas como frescor, força e cura – sendo muito usada na área da saúde.

Vermelho

O vermelho é um tom forte e vibrante, associado à energia, à paixão e também à agressividade. É uma das cores mais intensas que se pode usar, porém, em excesso, ela aumenta a frequência cardíaca e causa desconforto em algumas pessoas.

Principais dicas

De uma forma geral, as cores mais suaves trazem uma sensação de aconchego e tranquilidade, sendo ideais para acalmar e relaxar, enquanto os tons mais fortes provocam sensações intensas e excitantes, inclusive aumentando o estresse dos pacientes.

Por isso, a recomendação, pelo menos na decoração do consultório, é tentar priorizar as cores suaves para as paredes e deixar os tons mais fortes apenas em alguns detalhes, sempre associando à intenção da marca que se deseja transmitir.

Assim, quando for optar por uma cor mais vibrante, sempre tente misturá-la com outros tons mais neutros. Considere, ainda, que o ambiente de saúde precisa passar uma imagem mais séria, sólida e confiável, transmitindo segurança e tranquilidade aos seus pacientes.

Não se esqueça que o consultório do dentista pode ser um ambiente intimidador para algumas pessoas. Escolher as cores certas é capaz de reduzir esse estresse e trazer mais aconchego. Nesses casos, o branco é um bom aliado, assim como o verde claro, o azul claro ou o lilás.

Conclusão

Neste conteúdo, você viu que a psicologia das cores na odontologia é fundamental tanto na hora de decorar o consultório como de montar a identidade visual da sua marca. Afinal, dependendo da tonalidade escolhida, você pode atrair ou repelir seus pacientes.

Por isso, é indispensável entender o que essas cores despertam em nós – e sempre associar esse sentimento a como você deseja que seu paciente se sinta no seu consultório.

Gostou dessas dicas sobre psicologia das cores na odontologia? Ajude os seus amigos dentistas: compartilhe este post nas suas redes sociais!

Comentários