fbpx

Cloudia

Tendências para clínicas de estética: as 9 principais para 2022!

Por Tiago Miranda Costa em Marketing na Saúde | Postado em 28 de dezembro de 2021

Tendências para clínicas de estética: as 9 principais para 2022!

Apesar da pandemia e da crise econômica, o setor de estética no Brasil continua em alta. Em 2020, o crescimento foi de 5,8% e no primeiro quadrimestre de 2021, de 5,7%, de acordo com os dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC). Para se manter competitivo em um setor em franco crescimento, conhecer as principais tendências para clínicas de estética é muito importante.

Assim como em outros setores, a pandemia de covid-19 influenciou bastante o setor, com novas demandas, principalmente pelo uso da máscara. Mas, com a vacinação avançando e o retorno à normalidade, é esperado que outros tratamentos tenham mais procura. Quer saber quais são? Siga conosco!

1-   Produtos sustentáveis

A sustentabilidade é uma preocupação crescente na nossa sociedade – com a estética não seria diferente. Afinal, muitos dos produtos usados, infelizmente, contam com ingredientes nocivos ao meio ambiente.

Por isso, muitos clientes estão em busca de opções mais sustentáveis, como aqueles livres de parabenos, petrolatos e sulfatos. Os cremes de ação mais rápida são outros bastante visados, porque ajudam a reduzir o tempo no banho, diminuindo o consumo de água, bem como aqueles com embalagens retornáveis ou reutilizáveis.

2-   Diversidade e beleza natural

Além da preocupação ambiental, nossa sociedade também tem buscado romper padrões e tabus. E um dos mais importantes para o setor da estética, sem dúvida, é o padrão e a ditadura da beleza.

É cada vez mais comum vermos homens e mulheres aceitando seus cabelos naturais e corpos, buscando ressignificar o conceito de beleza e, com isso, procurando novos tratamentos que sejam mais inclusivos.

Para quem trabalha na estética, esse é um nicho muito forte, permitindo a segmentação, criando tratamentos exclusivos para cabelos cacheados e crespos, por exemplo, ou para atender outros padrões de corpos e de necessidades – como é o caso dos homens, que a cada dia tem buscado ainda mais novos tratamentos, que vão além da barba e cabelo, como design de sobrancelhas, depilações e diversos outros.

3-   Skincare

Os cuidados com o rosto estão em alta – especialmente após tanto tempo usando máscaras, que podem causar oleosidade ou ressecamento, dependendo da pele de cada pessoa.

Com isso, em 2021 vimos um aumento da procura por produtos para tratamento do rosto – e também por esteticistas que realizam esses procedimentos. E em 2022, a skincare deve continuar em alta.

Entre um dos tratamentos que devem vir forte está o dermaplaning, uma espécie de esfoliação superficial, feito com uma lâmina de bisturi, usada para fazer ablação. Com isso, é possível remover as células mortas, melhorando a tonalidade e a textura da pele. É um tratamento que tem sido muito procurado por quem deseja uma alternativa mais leve ao peeling químico ou microagulhamento.

4-   Tecarterapia

A tecarterapia consiste na transferência elétrica capacitiva e resistiva, promovendo o aquecimento nos tecidos pelo sistema capacitivo e resistivo. Basicamente, é uma terapia eletrotérmica não invasiva, classificada como termoterapia profunda, que trabalha com uma corrente elétrica na faixa de radiofrequência que compreende entre 300 KHz a 1.2 MHz.

Na estética, o aparelho é usado para rejuvenescimento facial (tratamento das rugas), flacidez da pele, melhora do contorno corporal, drenagem linfática e para o tratamento da celulite e gordura localizada.

Também pode ser usado na estética íntima, para rejuvenescimento vulvovaginal, flacidez de pele pubiana e gordura localizada pubiana.

5-   Estética Íntima

Uma das mais polêmicas tendências para clínicas de estética, sem dúvida, é a estética íntima. Quando os tratamentos começaram a surgir, muitas pessoas tinham receio de que a “moda” não iria pegar, porém, a procura tem sido muito alta – e a expectativa é que o setor continue a crescer.

Basicamente, a estética íntima é um conjunto de técnicas que visam tratar e cuidar das partes íntimas do corpo. Para isso, são usadas várias tecnologias como eletroterapia, cosmetologia, entre outros, resgatando a jovialidade, a saúde e o bem-estar dessas áreas.

Esses tratamentos são muito procurados por quem possui manchas, flacidez e gordura localizada na área intima, questões que podem impactar a autoestima e acabar influenciando a qualidade de vida.

Alguns dos tratamentos oferecidos são: radiofrequência, eletroestimulação, luz pulsada intensa, peeling suave, esfoliação, cremes clareadores etc.

6-   Micropigmentação capilar

A micropigmentação não é uma novidade, mas agora ela surge como uma solução prática e não invasiva para quem sofre com calvície ou perda de cabelo. Nesse tratamento, é usado um corante específico para pigmentar partes do couro cabeludo da pessoa.

Dessa forma, é possível criar uma sensação visual de preenchimento capilar. Além de casos de calvície, a técnica também pode ser usada por quem tem cicatrizes no couro cabeludo.

Existem dois tipos de efeitos que podem ser usados. O efeito raspado é indicado para casos de calvície total. E o efeito densidade, para quem possui cabelos ralos e finos, mas deseja simular uma aparência de maior volume.

Para o resultado adequado, o profissional precisa entender de colorimetria (para chegar na cor original do cabelo do cliente), pontilhismo degradê e efeito 3D (simulação de novos fios nascendo no bulbo capilar).

7-   Bioestimuladores de colágeno

As técnicas não-invasivas serão tendências para clínicas de estética em 2022. E entre elas, destaque para os bioestimuladores de colágeno.

São tratamentos de referência para a flacidez. Eles consistem na aplicação de compostos químicos que estimulam continuamente a produção de colágeno. É feita apenas uma aplicação e os resultados podem ser vistos por até 25 meses.

O bioestimulador provoca uma leve reação inflamatória na derme, induzindo a produção de novas fibras de colágeno. Há várias fórmulas que podem ser usadas, sendo as mais comuns a hidroxiapatita de cálcio e o ácido poliático.

8-   Preenchimento corporal

Essa é uma novidade que deve fazer sucesso na correção de assimetrias. Ela pode ser usada em várias partes do corpo, como seios, glúteos, coxas, braços, para definição do abdômen etc.

Além de melhorar a assimetria, a técnica estimula o músculo na produção de fibras contráteis, o que ajuda a aumentar o tônus muscular e a volumizar naturalmente a área. Também pode ser usado para tratamento de cicatrizes, estrias e celulites.

Para isso, usa-se um preenchedor dérmico, um procedimento simples e bastante seguro.

9-   Cosméticos personalizados e cosméticos veganos

Cada pessoa é única – e por isso merece cosméticos desenvolvidos especialmente para suas necessidades. Justamente por isso, a indústria tem se adaptado, criando plataformas que permitem os usuários personalizarem seus produtos para tratarem o que eles precisam.

Outra tendência do setor são os cosméticos veganos, voltados para aquelas pessoas que não compactuam com os abusos cometidos contra os animais. São produtos totalmente livre de produtos de origem animal e contra a crueldade animal, sem testes feitos em bichos.

Já deu para notar que serão muitas as tendências para clínicas de estética em 2022, não é mesmo? E se você deseja entrar neste ano com o pé direito, que tal potencializar o seu marketing? Baixe agora o nosso e-book com as principais dicas de marketing para clínicas de estética e transforme seu faturamento!